Os famosos horários de verão e de inverno podem estar prestes a fazer parte do passado. O Parlamento Europeu votou a favor do fim das duas mudanças de horários anuais no início do ano, dando mais um passo em direção a uma nova realidade horária já em 2021.

Em Portugal, é pouco provável que esta novidade se faça sentir uma vez que o Governo já tinha assumido a vontade de manter o regime atual, que prevê que os relógios sejam adiantados e atrasados uma hora a 29 de março e a 25 de outubro, respetivamente.

Na base desta decisão está um relatório científico do Observatório Astronómico de Lisboa, que adianta que as vantagens das mudanças de hora superam as desvantagens em território nacional.

Enquanto os consensos continuam distantes, não se esqueça que a próxima mudança de hora acontece já na madrugada do próximo domingo, altura em que devera adiantar o relógio 60 minutos.
 

Mudança de hora: como tudo começou?

Sim, esta pergunta continua por responder. Afinal, porque motivo atrasamos ou adiantamentos os ponteiros do relógio 60 minutos todos os anos?

Tudo começou com um intuito muito específico: poupar energia. Sim, poupar energia.

Preparado para a mudança de hora? No próximo dia 25 de outubro, quando o relógio marcar 02:00, só te de atrasar o seu relógio 60 minutos.